Guilherme Toporoski - Loja Comercial nº 114 - Edifício Capital Torre Centro - Rua Conselheiro Laurindo, 600 - Centro.

Lotes Favoritos

Você precisa estar logado para visualizar os seus lotes favoritos

LOJA COMERCIAL Nº 114 - EDIFÍCIO CAPITAL TORRE CENTRO - RUA CONSELHEIRO LAURINDO, 600 - CENTRO. DESOCUPADO

Informações
Código do leilão: 798-1
Lote Nº.: 1
Cidade/UF: Curitiba/PR
Comitente: 1ª Vara de Execuções Fiscais Municipais de Curitiba
Local do Leilão: ONLINE: https://topoleiloes.com.br/
Situação: Aberto
Valor da Avaliação: R$ 38.000,00
Visualizações: 2499
Horário dos leilões
Disponível para compra imediata até 10/09/2021 - 18:00h, pelo valor de R$ 19.000,00

Documentos

Descrição

LOTE: Loja nº 114, localizada na praça de alimentação ou 5º pavimento do Edifício Capital Torre Centro, sito a Praça Senador Corrêa e Rua Conselheiro Laurindo, em Curitiba, com a área construída privativa de 9,00m², área construída de uso comum de 13,1506m², área construída total de 22,1506m², fração ideal do solo de 0,0023406 e quota ideal do terreno de 2,91m², com demais características na Matrícula nº 71.316, do 4º Registro de Imóveis de Curitiba/PR. Indicação Fiscal nº 12.065.028.116-9.

LOCALIZAÇÃO: Rua Conselheiro Laurindo nº 600, Edifício Capital Torre Centro, loja nº 114, bairro Centro, em Curitiba/PR - CEP 80060-100.

AVALIAÇÃO: 38.000,00 em março/2021.

Informação Adicional

AQUISIÇÃO PARCELADA: Fica autorizada, por ocasião do primeiro leilão e tão somente nele, a venda em 15 (quinze) parcelas mensais, iguais, consecutivas e atualizadas pelos índices da caderneta de poupança, com oferta de, pelo menos, 25% à vista, em dinheiro, sendo o restante garantido por hipoteca sobre o próprio imóvel. O não pagamento de qualquer parcela implicará no vencimento antecipado das demais, com incidência de multa de 10% sobre a soma das parcelas inadimplidas com as parcelas vincendas, facultando-se ao exequente a opção entre a resolução da arrematação ou execução do valor devido. O lance parcelado deverá ser ofertado de forma eletrônica através do auditório virtual do leiloeiro. Caberá ao arrematante a atualização monetária das parcelas, a emissão das respectivas guias de depósitos judiciais em continuação ao depósito do sinal, bem como, no prazo máximo de 03 (três) dias após o vencimento de cada parcela, protocolar em juízo os comprovantes de pagamento. A proposta de pagamento do lance à vista sempre prevalecerá sobre a proposta de pagamento parcelado. Havendo disputa entre os lances parcelados prevalecerá sempre o de maior valor.

Newsletter Inscreva-se em nossa newsletter e fique atualizado sobre as melhores oportunidades em leilões!