Guilherme Toporoski - LOTE 2: APARTAMENTO COM VAGA - ED. CIDADE DO CABO - BIGORRILHO.

Lotes Favoritos

Você precisa estar logado para visualizar os seus lotes favoritos

LOTE 2: APARTAMENTO COM VAGA - ED. CIDADE DO CABO - BIGORRILHO.

Rua Martim Afonso nº 2939, em Curitiba.

ATENÇÃO!
Este lote possui possibilidade de compra parcelada. Verifique as condições no edital de leilão e envie já a sua proposta.

Enviar proposta

Detalhes do Imóvel

  • Total 132,32m²
  • Privativa 89,98m²
  • Quartos 3
  • Banheiros 2
  • Garagem 1
    Endereço: Rua Martim Afonso nº 2939, em Curitiba.
Informações
Código do leilão: 735-2
Lote Nº.: 2
Cidade/UF: Curitiba/PR
Comitente: Vara de Precatórias Cíveis de Curitiba
Local do Leilão: ONLINE: https://topoleiloes.com.br/
Situação: Aberto
Valor da Avaliação: R$ 444.740,06
Visualizações: 2669
Horário dos leilões
1º. Leilão 01/02/2021 - 10:00h Online R$ 444.740,06
2º. Leilão 03/02/2021 - 10:00h Online R$ 266.844,04
Lances
Maior Lance: R$ 0,00
Apelido: --
Lances: 0
Autos: 0022911-55.2018.8.16.0001

Características

  • 03 Quartos (sendo uma suíte)
  • Sacada com churrasqueira
  • Lavabo

Documentos

Descrição

LOTE 2: Apartamento nº 12, do Tipo C, localizado no 1º pavimento ou 2º andar, do Edifício Cidade do Cabo, localizado na Rua Martim Afonso, n.º 2939, com área construída de utilização exclusiva de 89,9800m2, área de uso comum de 21,9412m², área de garagem de 20,3990m², correspondente à vaga nº 25, localizada no subsolo, destinada à guarda de veículos de passeio de porte médio e pequeno, perfazendo a área total de 132,3202m², fração ideal do solo e partes comuns de 0,040509, e quota de terreno de 41,559m², cabendo-lhe, ainda, a área descoberta de uso comum de 10,13m², localizada no pavimento térreo.

Matrícula: 76.887, do 6º Registro de Imóveis de Curitiba/PR. Indicação Fiscal: 25.007.068.003-5.

LOCALIZAÇÃO: Rua Martim Afonso nº 2939, apartamento nº 12, Bigorrilho, em Curitiba/PR.

VALOR ATUALIZADO: R$444.740,06 em 16/11/2020.

LANCE MÍNIMO (60%): R$266.844,04.

Informação Adicional

PROPOSTA PARA AQUISIÇÃO PARCELADA: O interessado em adquirir o bem em prestações poderá apresentar através do auditório virtual do leiloeiro: I – por ocasião do primeiro leilão, proposta de aquisição por valor não inferior ao da avaliação; II – por ocasião do segundo leilão, proposta de aquisição por valor não inferior a 60% (sessenta por cento) do valor atualizado da avaliação; § 1º - A proposta conterá, em qualquer hipótese, oferta de pagamento de pelo menos 25% do valor do lance à vista e o restante parcelado em até 10 (dez) meses, garantido por caução idônea, quando se tratar de móveis, e por hipoteca do próprio bem, quando se tratar de imóveis. § 2º - As propostas para aquisição em prestações indicarão o prazo, a modalidade, o indexador de correção monetária e as condições de pagamento do saldo. § 4º - No caso de atraso no pagamento de qualquer das prestações, incidirá multa de dez por cento sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas. § 5º - O inadimplemento autoriza o exequente a pedir a resolução da arrematação ou promover, em face do arrematante, a execução do valor devido. § 6º - A apresentação da proposta prevista neste artigo não suspende o leilão. § 7º - A proposta de pagamento do lance à vista sempre prevalecerá sobre as propostas de pagamento parcelado. § 8º - Havendo disputa de propostas parceladas prevalecerá sempre a de maior valor.

 

CONDIÇÕES GERAIS: 1) Tratando-se a alienação judicial de hipótese de aquisição originária da propriedade pelo adquirente, o(s) bem(s) será(ão) vendido(s) livre(s) e desembaraçado(s) de ônus, inclusive, os de natureza fiscal (art. 130, § único, do CTN) e os de natureza propter rem (art. 908, § 1º, do CPC). 10) Quando cabível, será reservado o direito de preferência do cônjuge ou coproprietário alheio à execução ou resguardada a sua quota-parte calculada sobre o valor da avaliação (art. 843, do CPC). 11) Quando cabível, terá preferência, na venda, em condições iguais de oferta, o condômino ao estranho, e entre os condôminos aquele que tiver na coisa benfeitorias mais valiosas, e, não as havendo, o de quinhão maior (art. 1.322, do CC).

Newsletter Inscreva-se em nossa newsletter e fique atualizado sobre as melhores oportunidades em leilões!