Guilherme Toporoski - Publicações Falência 0001967-67.2015.8.16.0185

Lotes Favoritos

Você precisa estar logado para visualizar os seus lotes favoritos

Publicação

Falência 0001967-67.2015.8.16.0185

EDITAL DE LEILÃO E INTIMAÇÃO

A Exma. Juíza de Direito, Dr.ª Mariana Gluszcynski Fowler Gusso, da 1ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de Curitiba/PR, faz ciência aos interessados que, nos autos de falência nº 0001967-67.2015.8.16.0185, venderá os bens da MASSA FALIDA DE PENINSULA INTERNATIONAL S/A. O 1º leilão será realizado 19 de julho de 2022, às 11:00 horas, e não havendo licitantes, novamente em 26 de julho de 2022, às 11:00 horas, observadas a disposições do artigo 142 da Lei 11.101/2005, artigos 886 e 887 do CPC e as condições que seguem abaixo:

i) O Leilão deverá ser precedido pela publicação do necessário Edital, com 5 dias de antecedência, além da divulgação por outros meios que contribuam para o amplo conhecimento da venda.

ii) O leilão será pelo maior valor, independentemente da forma de pagamento. Entretanto, durante o leilão, a partir do momento da oferta de lance à vista, que deverá ser superior aos lances em parcelas já existentes, somente se admitirá essa modalidade de pagamento.

iii) A venda deverá ser efetuada em primeira praça pelo valor da avaliação, à vista, cujo valor deverá ser depositado, de imediato, no ato da arrematação, em dinheiro e em conta judicial vinculada ao Juízo. Alternativamente, no ato da arrematação deverá ser depositado o sinal correspondente a 20% do valor, a ser depositado em conta judicial vinculada ao Juízo, e o restante será satisfeito no prazo de três dias. Caso não seja completado o preço no prazo de três dias, a coisa será levada a novo leilão, perdendo o arrematante o sinal, e ficando a arrematação sem efeito.

iv) Também será oportunizada a venda em parcelas, cuja aceitação fica condicionada, igualmente, ao depósito à vista de 20% do valor do lance, em conta judicial vinculada ao Juízo. O saldo remanescente, será satisfeito em até: a) doze parcelas iguais, consecutivas e atualizadas monetariamente a partir da data da realização do leilão (INPC) para o imóvel da matrícula n° 25.791 do CRI de Paranaguá/PR (Lote 3) b) vinte e quatro parcelas iguais, consecutivas e atualizadas monetariamente a partir da data da realização do leilão (INPC) para as salas comerciais do 6° CRI de Curitiba/PR e os bens móveis (Lote 1) e o imóvel das matrículas n° 59.800 do CRI de Paranaguá/PR (Lote 2). Os pagamentos deverão ser efetuados em dinheiro, via depósito em conta judicial vinculada ao juízo. Caindo o vencimento da parcela em dia não útil, fica automaticamente prorrogado para o primeiro dia útil subsequente. Em caso de a atraso no pagamento de qualquer das prestações, incidirá multa de dez por cento sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas. O inadimplemento autoriza o administrador judicial, de imediato, valer-se da via executiva em face do arrematante ou pedir a resolução da arrematação, sem prejuízo das demais sanções cabíveis, perderá o sinal (entrada) e pagará as despesas.

v) Caso não compareça nenhum interessado efetuada em primeira praça, o bem será levado a segunda praça por no mínimo 50% (cinquenta por cento) do valor da avaliação, à vista, cujo valor deverá ser depositado, de imediato, no ato da arrematação, em dinheiro e em conta judicial vinculada ao Juízo. Alternativamente, no ato da arrematação deverá ser depositado o sinal correspondente a 20% do valor, a ser depositado em conta judicial vinculada ao Juízo, e o restante será satisfeito no prazo de três dias. Caso não seja completado o preço no prazo de três dias, a coisa será levada a novo leilão, perdendo o arrematante o sinal, e ficando a arrematação sem efeito.

vi) Também será oportunizada a venda em parcelas, cuja aceitação fica condicionada, igualmente, ao depósito à vista de 20% do valor do lance, em conta judicial vinculada ao Juízo. O saldo remanescente, será satisfeito em até a) seis parcelas iguais, consecutivas e atualizadas monetariamente a partir da data da realização do leilão (INPC) para o imóvel da matrícula n° 25.791 do CRI de Paranaguá/PR (Lote 3) b) doze parcelas iguais, consecutivas e atualizadas monetariamente a partir da data da realização do leilão (INPC) para as salas comerciais do 6° CRI de Curitiba/PR e os bens móveis (Lote 1) e o imóvel das matrículas n° 59.800 do CRI de Paranaguá/PR (Lote 2).Os pagamentos deverão ser efetuados em dinheiro, via depósito em conta judicial vinculada ao juízo. Caindo o vencimento da parcela em dia não útil, fica automaticamente prorrogado para o primeiro dia útil subsequente. Em caso de a atraso no pagamento de qualquer das prestações, incidirá multa de dez por cento sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas. O inadimplemento autoriza o administrador judicial, de imediato, valer-se da via executiva em face do arrematante ou pedir a resolução da arrematação, sem prejuízo das demais sanções cabíveis, perderá o sinal (entrada) e pagará as despesas.

vii) No caso de o lance alcançar o valor da avaliação na segunda praça, observar-se-á o contido na alínea “iv”.

viii) O veículo Amarok, placas placa API-4022, não poderá ser vendido de forma parcelada.

ix) Toda e qualquer proposta que não se adeque ao antes delimitado, deverá ser imediatamente rejeitada.

x) Arbitro a comissão do leiloeiro em 5% sobre o valor da arrematação, a qual será devida se o ato resultar positivo, sendo que o pagamento será de responsabilidade do arrematante.

xi) Eventuais impugnações deverão observar o contido no artigo 143 da Lei 11.101/2005, e o prazo será de quarenta e oito horas da juntada do auto de arrematação aos autos.

MODALIDADE: Os interessados poderão ofertar lances somente de forma eletrônica e exclusivamente através do auditório virtual no site https://topoleiloes.com.br, podendo fazê-lo desde a data da sua publicação até o fechamento dos leilões. Para ofertar lances o interessado deverá realizar o seu cadastro completo no site do leiloeiro (cujas regras integram o presente edital), com a antecedência mínima de 24 horas, bem como Solicitar Habilitação para ter acesso ao auditório virtual do lote pelo menos 24 horas antes do fechamento dos leilões. Havendo disputa, para que haja o encerramento do lote, este deverá permanecer por 03 minutos sem receber outra oferta, mas, sobrevindo lance durante esses 03 minutos que antecedem ao final da alienação judicial eletrônica, o horário de fechamento do leilão ocorrerá nos 03 minutos seguintes e assim sucessivamente até que não ocorra novo lance.

VISTORIA, VISITAÇÃO E ACESSO AO ACERVO DOCUMENTAL PERTINENTE: Vistorias, visitações e acesso ao acervo documental pertinente poderão ser previamente agendados com o leiloeiro e/ou a sua equipe de apoio, através dos contatos indicados neste Edital. A responsabilidade pela verificação do lote é do potencial arrematante durante o período de visitação, quando disponível. Em caso de dúvida ou na impossibilidade de obter informações ou de visitar os bens, sugerimos que não efetue lances, pois os mesmos não poderão ser cancelados e não serão aceitas desistências, reclamações ou devoluções após a arrematação. As fotos, descrições, acabamentos, material, cores etc., divulgadas no site do leiloeiro são meramente ilustrativas, não servindo de parâmetro para demonstrar o real estado dos bens. Os bens serão vendidos no estado de conservação em que se encontram, sem garantia de funcionamento, qualidade ou adequação para o consumo e sem direito a troca, podendo apresentar avarias, amassados, riscos, ausência de embalagem, dos manuais e de acessórios, componentes ou peças. O leiloeiro é mero mandatário do juízo, não se responsabilizando pela origem, procedência, validade, evicção, vícios ocultos ou pela existência de impedimentos, ônus, débitos ou restrições incidentes sobre os bens objeto do leilão.

CONDIÇÕES GERAIS: 1) Tratando-se de alienação judicial, a hipótese é de aquisição originária da propriedade, de modo que os bens serão entregues livres e desembaraçados de quaisquer ônus. O objeto da alienação estará livre de qualquer ônus e não haverá sucessão do arrematante nas obrigações do devedor, inclusive as de natureza tributária, as derivadas da legislação do trabalho e as decorrentes de acidentes de trabalho, na forma do art. 141, inciso segundo da lei 11.101/2005, combinado com o art. 130, parágrafo 1º, inciso I, do Código Tributário Nacional. 2) O arrematante ficará responsável por promover as diligências necessárias a fim de garantir o levantamento das pendências ou restrições eventualmente existentes sobre o bem junto aos órgãos competentes, contando com advogado de sua confiança quando necessário. Ficará também sob a responsabilidade do arrematante eventuais emolumentos ou despesas cartorárias relativas ao levantamento dos registros na matrícula imobiliária, bem como as despesas decorrentes de regularização, transferência, expedição da carta de arrematação, imissão na posse e imposto ITBI. 3) Eventual impugnação à arrematação deverá observar o contido no artigo 143, da Lei nº 11.101/2005, e o prazo será de 48 horas da juntada do auto de arrematação aos autos. 4) No caso de bem imóvel, a venda será feita em caráter ad corpus, ficando o interessado responsável pelo levantamento de eventual restrição imposta por lei de zoneamento e uso do solo, legislação ambiental, IBAMA, INCRA, entre outras, e ainda, das obrigações e dos direitos decorrentes das convenções de condomínio, quando houver, e, se necessário for, adotar as medidas necessárias à expedição de alvarás e demais documentos nos órgãos competentes. 5) As informações acerca de potencial construtivo, ocupação e desocupação do imóvel, ou referentes ao local de depósito e entrega do bem móvel, deverão ser previamente levantadas pelo interessado, não sendo aceita qualquer reclamação após a compra. 6) No caso de bem móvel, o comprador arcará com o imposto ICMS incidente sobre a venda, bem como deverá promover a remoção no prazo de até 05 dias corridos, contados da sua notificação para tanto, sob pena de arcar com os custos do depositário. Correrão por conta do arrematante as despesas referentes à desmontagem, remoção e transporte dos bens arrematados. 7) Em caso de inadimplemento dos valores devidos pelo adquirente, inclusive da comissão do leiloeiro, ficará sujeito à multa de 10% sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas, bem como às demais penalidades previstas nos artigos 895, §4º e 897, do CPC. 8) Quando cabível, será reservado o direito de preferência do cônjuge ou coproprietário alheio à execução ou resguardada a sua quota-parte calculada sobre o valor da avaliação (art. 843, do CPC). 9) Quando cabível, terá preferência, na venda, em condições iguais de oferta, o condômino ao estranho, e entre os condôminos aquele que tiver na coisa benfeitorias mais valiosas, e, não as havendo, o de quinhão maior (art. 1.322, do CC). 10) Caso não haja expediente nas datas designadas, o(s) ato(s) fica(m) transferido(s) para o próximo dia útil, no mesmo horário e local.

LEILOEIRO OFICIAL: Sr. Guilherme Eduardo Stutz Toporoski (Matrícula nº 12/049-L Jucepar), com escritório na Rua Marechal Hermes nº 1413, Ahu, em Curitiba/PR.

INFORMAÇÕES: Todas as informações relacionadas aos lotes, à participação dos licitantes no leilão, bem como quanto aos procedimentos e regras adotadas para sua validade, poderão ser obtidas através da central de atendimento do leiloeiro pelo telefone/Whatsapp (41) 3599-0110. Também é possível encaminhar e-mail(s) com dúvida(s) pelo site https://topoleiloes.com.br/, através do link “Entre em contato” ou diretamente pelo endereço eletrônico [email protected]

INTIMAÇÕES: Fica(m) o(s) réu(s) e/ou seu(s) representante(s) legal(is), bem como o(s) corresponsável(is), cônjuge(s), coproprietário(s), herdeiro(s) e/ou sucessor(es), o(s) senhorio(s) direto(s), o(s) depositário(s) e o(s) credor(es) concorrente(s), por meio da publicação deste, devidamente intimado(s), caso não o seja(m) por qualquer outro meio legal.

DESCRIÇÃO DO(S) BEM(NS):

LOTE 1: IMÓVEIS - Sala comercial constituída das salas 501, 502, 503, 504, 505, 506, 507, 508 e 509, que somam 502,86m² de área privativa, 218,07m² de área comum e 720,93m² de área total, vagas de garagem 09/10, 11/12, 13/14, 15/16 e 71, do Edifício Batel Office Tower I, parte integrante do Centro Empresarial Batel, localizado na Avenida Sete de Setembro nº 4698, bairro Batel, em Curitiba/PR, registradas respectivamente sob as matrículas nº 48.292, 48.293, 48.294, 48.295, 48.296, 48.297, 48.298, 48.299, 48.300, 52.559, 52.560, 52.561, 52.562 e 52.554, do 6º Registro de Imóveis de Curitiba/PR. Obs.: Atualmente o imóvel trata-se de 1 sala comercial, constituída da somatória de 9 salas (sala 51 a sala 59), sendo que cada uma das salas tem matrícula individualizada. AVALIAÇÃO: R$3.300.000,00 (três milhões e trezentos mil reais). ÔNUS DAS MATRÍCULAS: Arrecadação e Indisponibilidade nos autos desta falência; Indisponibilidade nos autos nº 0024979-41.2015.8.16.0014, da 4ª Vara Cível de Londrina/PR. BENS MÓVEIS: 01 TV Samsung 40" usada; 05 Cadeiras de escritório pretas com rodas; 01 Servidor DELL Power Edge R420; 01 Servidor DELL Power Edge R610; 01 No Break; 01 Impressora HP usada; 07 Telefones Siemens usados; 01 Recortadora de papel pequena; 08 Armários duas portas 140x80cm usados; 05 Armários duas portas 80x80cm usados; 01 Mesa estação de trabalho 4 pessoas; 04 Gaveteiros usados; 01 Impressora Brother MFC usada; 01 Frigobar Consul usado; 01 TV Sony 40'' usada; 01 Micro Ondas pequeno usado; 01 Cafeteira usada; 02 Poltronas recepção preta; 01 Mesa de reuniões 200x120cm usada e 02 Computadores Dell all-in-one 13. Obs.: conforme laudo de avaliação (mov. 16873.1). AVALIAÇÃO: R$15.717,95 em setembro/2021 (mov. 16873.1). LOCALIZAÇÃO: Avenida Sete de Setembro nº 4698, Edifício Batel Office Tower, Bairro Batel, em Curitiba/PR. VALOR TOTAL DO LOTE: R$ 3.315.717,95 (três milhões trezentos e quinze mil setecentos e dezessete reais e noventa e cinco centavos).

LOTE 2: Área B, oriunda do desmembramento do Terreno situado no lugar denominado Imbocuy, do Município de Paranaguá/PR, devidamente registrado e aprovado pela Prefeitura Municipal de Paranaguá sob n° 3.339 em 23/08/2016, contendo a área de 83.084,00m², com as seguintes características e confrontações: inicia-se o perímetro no marco 0PP cravado as margens da Estrada Velha de Alexandra, em seu lado Par, a qual segue com o rumo de 70°33'NE e a distância de 194,15m fazendo divisa com a Estrada Velha de Alexandra, até encontrar o marco n° 1, este marco n° 1 dista 537,05m da Estrada do Marreco; deste segue com o rumo de 16°30'NE e distância de 282,56m fazendo divisa com a Área A, deste desmembramento, até encontrar o marco n° 2; deste segue com o rumo de 73°30'SE e a distância de 404,77m fazendo divisa com a Área A, deste desmembramento; até encontrar o marco n° 3; deste segue com o rumo de 52°49´SO e a distância de 199,69m fazendo divisa com o Rio Emboguaçú até encontrar o marco n° 4; deste segue com o rumo de 78°27'SO e a distância de 91,00 metros fazendo divisa com o Rio Emboguaçú até encontrar o marco n° 5; deste segue com o rumo de 25°09'SO e a distância de 88,00 metros fazendo divisa com o Rio Emboguaçú até encontrar o marco n° 0PP e finalizando neste marco o perímetro, sem benfeitorias. Matrícula nº 59.800 do Registro de Imóveis de Paranaguá/PR. Inscrição Imobiliária: 08.3.24.001.2722. ÔNUS DA MATRÍCULA (atualizada até 21/10/2021): AV3 – Indisponibilidade nos autos nº 0024979-41.2015.8.16.0014, da 4ª Vara Cível de Londrina/PR. LOCALIZAÇÃO: Estrada Velha de Alexandra – Vila – Colônia Santa Rita - Paranaguá/PR. AVALIAÇÃO: R$8.157.000,00 em outubro/2021 (mov. 16873.5).

LOTE 3: 100% dos Direitos de Usucapião objeto dos autos nº 0012333-23.2007.8.16.0129, em trâmite perante a 2ª Vara Cível de Paranaguá/PR, do imóvel assim descrito: Lote de terreno urbano constante do título de posse nº 13, expedido pela Prefeitura Municipal de Paranaguá/PR, em 10 de julho de 1939, situado à Rua Comendador Correia Junior, em Paranaguá/PR, com as seguintes medidas e confrontações: frente a NE 10,00 metros, para a Rua Comendador Correia Junior; a SE 60,00 metros, confrontando com terenos de Marcília Maria do Carmo; a SO 10,00 metros, confrontando com terrenos da Prefeitura Municipal de Paranaguá e a NO 60,00 metros, confrontando com terrenos de Elísio Alves Cardoso, perfazendo assim a área de 600,00 m², sem benfeitorias. Obs.: No preambulo da Matrícula consta uma casa residencial de madeira que atualmente não existe no local. Matrícula nº 25.791, do Registro de Imóveis de Paranaguá/PR. Inscrição Imobiliária nº 09.5.33.030.0263.001. ÔNUS DA MATRÍCULA (atualizada até 21/10/2021): Nada consta. LOCALIZAÇÃO: Rua Comendador Correia Júnior nº 925, João Gualberto, em Paranaguá/PR. AVALIAÇÃO: R$654.000,00 em outubro/2021 (mov. 16873.3).

LOTE 4: Conjunto de 21 (vinte e uma) cessões de créditos de Precatórios Estaduais nº 2003/92093, sendo: 1) 94% de R$ 112.253,20 (cento e doze mil e duzentos e cinquenta e três reais e vinte centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de direitos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1362-N, fls. 156/156, adquiridos do credor originário Abranches Ary Ribas; 2) 94% de R$ 71.942,55 (setenta e um mil, novecentos e quarenta e dois reais e cinquenta e cinco centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de direitos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1369-N, fl. 094, adquiridos do credor originário Amauri da Silva Fernandes; 3) 94% de R$ 43.613,01 (quarenta e três mil, seiscentos e treze reais e um centavo), adquiridos através da escritura pública de cessão de direitos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fl. 009, adquiridos da credora originária Andreia Prohmann da Silva; 4) 94% de R$ 85.230,00 (oitenta e cinco mil, duzentos e trinta reais), adquiridos através da escritura pública de cessão de direitos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fl. 043, adquiridos do credor originário Aparecido Barbosa; 5) 94% de R$ 95.831,25 (noventa e cinco mil, oitocentos e trinta e um reais e vinte e cinco centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de direitos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1362-N, fls. 149/150, adquiridos do credor originário Arinete Lea Spercoski Ribas; 6) 94% de R$ 58.439,26 (cinquenta e oito mil, quatrocentos e trinta e nove reais e vinte e seis centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1369-N, fl. 091, adquiridos do credor originário Carlos Roberto dos Santos; 7) 94% de R$ 59.511,22 (cinquenta e nove mil, quinhentos e onze reais e vinte e dois centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1369-N, fl. 093, adquiridos da credora originária Cláudia Mara Bittencourt Ramos Zimmermann; 8) 94% de R$ 85.207,75 (oitenta e cinco mil, duzentos e sete reais e setenta e cinco centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1362-N, fls. 147/148, adquiridos do credor originário Elias Pires Cordeiro; 9) 94% de R$ 99.870,89 (noventa e nove mil, oitocentos e setenta reais e oitenta e nove centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fl. 011, adquiridos da credora originária Eloar Cavalheiro; 10) 94% de R$ 44.916,92 (quarenta e quatro mil, novecentos e dezesseis reais e noventa e dois centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fls. 022/023, adquiridos da credora originária Esmerina de Fatima Medrado Rossetto; 11) 94% de R$ 70.053,06 (setenta mil e cinquenta e três reais e seis centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fl. 014, adquiridos da credora originária Gisele Luciana Fernandes Nunes; 12) 94% de R$ 100.139,05 (cem mil, cento e trinta e nove reais e cinco centavos) e 94% de R$ 93.821,51 (noventa e três mil, oitocentos e vinte e um reais e cinquenta e um centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fl. 012, adquiridos da credora originária Julie Maria Correa Borges; 13) 94% de R$ 89.817,82 (oitenta e nove mil, oitocentos e dezessete reais e oitenta e dois centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fls. 015/016, adquiridos da credora originária Maria Aparecida Ribeiro Affonso da Costa; 14) 94% de R$ 113.481,72 (cento e treze mil, quatrocentos e oitenta e um reais e setenta e dois centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fl. 008, adquiridos da credora originária Maria Christina de Lemos Pessoa; 15) 94% de R$ 120.645,88 (cento e vinte mil, seiscentos e quarenta e cinco reais e oitenta e oito centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fl. 010, adquiridos da credora originária Marilu do Rosario Branco; 16) 94% de R$ 81.825,34 (oitenta e um mil, oitocentos e vinte e cinco reais e trinta e quatro centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1369-N, fl. 095, adquiridos da credora originária Mercedes da Silva Prohmann; 17) 94% de R$ 82.667,99 (oitenta e dois mil, seiscentos e sessenta e sete reais e noventa e nove centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fls. 020/021, adquiridos da credora originária Miria Giovanaz dos Santos; 18) 94% de R$ 85.719,39 (oitenta e cinco mil, setecentos e dezenove reais e trinta e nove centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1369-N, fl. 096, adquiridos do credor originário Rudimar Cristofolli; 19) 94% de R$ 74.140,30 (setenta e quatro mil, cento e quarenta reais e trinta centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1377-N, fl. 007, adquiridos da credora originária Salete Aparecida Alves de Athaydes; 20) 94% de R$ 109.705,43 (cento e nove mil, setecentos e cinco reais e quarenta e três centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1369-N, fl. 092, adquiridos da credora originária Soraia Cury; 21) 94% de R$ 88.425,90 (oitenta e oito mil, quatrocentos e vinte e cinco reais e noventa centavos), adquiridos através da escritura pública de cessão de diretos creditórios lavrada no 1º Tabelionato de Notas de Curitiba, Livro 1362-N, fls. 145/146, adquiridos do credor originário Victor Alberto Tarrago Cademartori. AVALIAÇÃO: R$7.241.500,67 em outubro/2021 (mov. 18452.4).

LOTE 5: Caminhonete marca Volkswagen modelo Amarok CD 4x4 S cabine dupla, diesel, 122cv, ano/modelo 2012/2013, branca, placa A__-___2, com emplacamento em Curitiba/PR, Renavam: 0_____-6, Chassi: W_____6, Código Fipe: 005330-9. ADVERTÊNCIA: O lote objeto desta alienação judicial encontra-se sob a posse da massa falida. O arrematante fica ciente de que deverá constituir advogado de sua confiança para o fim de diligenciar as providências referentes à expedição do mandado de entrega, carta de arrematação, baixas de restrições, débitos ou gravames, bem como todas às demais diligências relacionadas à arrematação. AVALIAÇÃO: R$96.033,00 em abril/2022.

DADO E PASSADO, em Curitiba/PR, aos 15 de junho de 2022, por ordem da MM. Juíza de Direito abaixo assinado.

MARIANA GLUSZCYNSKI FOWLER GUSSO
JUÍZA DE DIREITO

Edital publicado pela rede mundial de computadores em sitio designado pelo Juízo.

Data da publicação: 15/06/2022 - 16:53h
Link da publicacao: https://topoleiloes.com.br/535/publicacao

Leilões Relacionados

Newsletter Inscreva-se em nossa newsletter e fique atualizado sobre as melhores oportunidades em leilões!